segunda-feira, 21 de julho de 2014

Final da Novela 'EM FAMÍLIA'



"Ai que tédio, que autor sem criatividade sem humor,ai que absurdo, ai que marasmo, ai que horror, ah! que finalzinho mais desanimado"


Adaptado da propaganda Bom Negócio.com

 Com certeza esse foi o sentimento da maioria dos brasileiros em relação a novela Em Família, que teve seu fim no dia 18/06 e deixou e muito a desejar. O autor Manoel Carlos mais conhecido por Maneco, é famoso por escrever grandes novelas de sucesso como Felicidade 1991, História de Amor 1995, Laços de Família em 2000, Mulheres Apaixonadas 2003, Páginas da Vida 2006, Viver a Vida 2009, porém não obteve o mesmo sucesso com sua mais nova recente novela Em Famíla 2014. O que leva um autor famoso por seus grandes sucessos escrever uma novela sem o mesmo êxito que suas antecessoras. Bem na minha opinião, eu acho que foi o excesso dos personagens, já não bastava uma Helena (Júlia Lemmertz) na trama que era chata pacas, sua filha Luiza (Bruna Marquezine) era igualzinha a mãe em tudo, tanto em gostar de provocar ciúmes quanto nos incidentes. O Laerte (Gabriel Braga Nunes) era insuportável. O Virgílio (Humberto Martins) com toda aquela bondade e paciência era constrangedor. So que observando e analisando todos os pontos a novela teve seu lado positivo, como o personagem Felipe (Thiago Mendonça) que era alcoólatra lutou contra o vício antes que esse destruisse totalmente a sua vida,ele deu a volta por cima. Que personagens como Laerte e Branca (Angêla Vieira) existem de verdade por ai mundo a fora, Laerte psicopata, Branca uma mulher perversa e amarga, que abandonou seu próprio filho e anos depois estando diante dele, nem se quer admitiu seu erro e muito menos pediu perdão, esses personagens nos deixam em alerta sobre o comportamento humano. E o amor também reinou como o casal Clarina (Clara - Giovanna Antonelli e Marina - Taína Müller) que teve que passar por cima dos preconceitos homofóbicos, o casal Juliana (Vanessa Gerbelli) e Jairo (Marcello Melo Jr) do preconceito social, e claro o André (Bruno Gissone) que passou a maior parte da novela sendo injusto com sua mãe de criação Dulce (Lica Oliveira)que por fim a reconheceu como a legítima mãe declarando o seu amor e gratidão. Então guardemos em nossas lembranças os bons momentos, e os demais personagens e o final foi razoável.


Postar um comentário